Bolsonaro não colocou um tanque de guerra na porta do Congresso

20

Por Diário do Brasil – Amanda Nunes Brückner 

Dr. Marcelo Knopfelmacher, um dos maiores juristas da nova geração, entrou na guerra da contrainformação ….

“Bolsonaro não cometeu crime de responsabilidade ao meramente compartilhar um vídeo de movimentos sociais convocando atos contra o Congresso.

Crime de responsabilidade exige dolo, ou seja, intenção.

Publicidade

Nesse caso, o tal crime seria a prática de um ato que “atente contra o livre exercício do Poder Legislativo”.

Bolsonaro não colocou um tanque de guerra na porta do Congresso.

Ele simplesmente compartilhou um vídeo que não foi ele que produziu.

Não há elemento subjetivo do tipo, ou seja, não há a intenção de frustrar o livre exercício das funções do Congresso Nacional.

Podemos até achar que o Presidente pudesse ter uma postura mais discreta, menos midiática, menos comunicativa.

Mas aí estamos falando de traços de sua personalidade, mas jamais de crime.”