Tráfico de drogas lidera ranking de crimes em ‘censo’ de presos

8

Estudo do Ministério da Justiça sobre perfil dos detentos mostrou que delito de entorpecentes supera crimes como roubos e furtos


Márcio Pinho, do R7

O crime de tráfico de drogas lidera o ranking dos delitos mais comuns entre os detentos do país, considerando as pessoas já condenadas e os presos provisórios. A constatação é do Levantamento Nacional de Informações Penitenciárias de 2019, divulgado neste mês pelo governo federal.

O estudo traçou um perfil da população carcerária e constatou um crescimento de quase 4%, chegando a 773 mil pessoas em junho de 2019. Nesse contingente há 163,2 mil incidências de crimes de tráfico de drogas.

Publicidade

Em seguida aparecem os crimes contra o patrimônio, como o roubo qualificado, com mais de 115 mil citações, e furto simples – 32,3 mil (veja números de diferentes tipos de delito no gráfico abaixo).

Tráfico de drogas lidera crimes entre presos

Tráfico de drogas lidera crimes entre presos

Déficit

O censo mostrou ainda que faltam 312.125 vagas nas unidades carcerárias do país. Durante a apresentação dos dados, o diretor-geral do Depen, Fabiano Bordignon, disse que o governo está trabalhando para reduzir o déficit de vagas nos presídios. Segundo Bordignon, a estimativa é que sejam criadas 20 mil vagas este ano. A previsão é de um total de 100 mil até 2022.