Coronavírus: Silas Malafaia suspende cultos presenciais, mas mantém igrejas abertas

11

Pastor disse que igreja é um “hospital espiritual e emocional”

Por O Dia

Rio – Silas Malafaia informou, nesta sexta-feira, por vídeo publicado no Instagram, que irá suspender os cultos da Igreja Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que tem 116 congregações no Brasil. O pastor comunicou que, devido à diminuição da circulação de ônibus, só haverá culto online, mas que as portas da igreja não irão se fechar, pelo contrário, irão ampliar o tempo:

“a igreja é um hospital espiritual e emocional”, disse. A decisão foi divulgada dois dias após um pedido do Ministério Público, negado pela Justiça, de suspender os encontros.No vídeo, Malafaia declarou que havia três motivos para a possibilidade de parar os cultos nas igrejas: “Um, decreto de estado de emergência, né? Aí tem que parar. Dois, redução drástica de ônibus e de transporte.

Continua Depois da Publicidade

Três, redução judicial. O Ministério Público tentou impedir o meu culto aqui, mas o juiz não deu. Mas agora o governador e o prefeito estão reduzindo drasticamente circulação de transporte. Isso está acontecendo em várias cidades do Brasil. Então, eu vou suspender os meus cultos. Mas tem uma coisa: eu vou ampliar a hora de igreja aberta, que igreja aqui não vai ficar fechada, não”, afirmou.

Justiça

 O Ministério Público do Estado (MPRJ) entrou com uma ação cível pública na Justiça contra o pastor Silas Malafaia pedindo a suspensão dos cultos ministrados por ele. O órgão também pede uma multa de R$ 10 mil, caso as cerimônias fossem realizadas. Malafaia havia declarado que iria continuar com os cultos na sua igreja, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo.

Continua Depois da Publicidade

 Nesta quinta-feira, a Justiça do Rio, por sua vez, negou um pedido do Ministério Público do Rio (MPRJ) e manteve os cultos realizados pelo empresário e pastor Silas Malafia, mesmo diante da pandemia do coronavírus.