Daciolo em 2018: “Pode me chamar de louco. Rússia e China vão tentar matar em massa”

158

conteúdo do Diário do Brasil – Patrícia Moraes Carvalho 

Em 2018, o então candidato à presidência do Patriota, Cabo Daciolo, roubou a cena durante um debate ao ‘alertar’ a nação brasileira pra uma possível guerra mundial que estaria para ocorrer.

Daciolo citou os jogos de guerra Vostok 2018, exercícios militares realizados numa coalizão formada por China/Rússia/Mongólia/Turquia.

Continuar Lendo Após a Publicidade

Na época, cerca de 300 mil militares e mais de mil aeronaves de guerra estiveram presentes.

Voltando ao Daciolo …

“O PIB global chegou a um teto e, por isso, vão tentar matar uma massa. Mas Deus está nos levantando para proteger a nação”.


“Às vezes não sei se o louco sou eu ou se são os outros” (Albert Einstein)


confira no vídeo abaixo: