EUA oferecem recompensa de US$ 15 milhões pela prisão de Maduro

17

Justiça o acusa de narcoterrorismo Maduro teria trabalhado com as Farc Para “inundar os EUA com cocaína”

PODER360- DEUTSCHE WELLE

O governo dos Estados Unidos anunciou nesta 5ª feira (26.mar.2020) que está oferecendo US$ 15 milhões como recompensa por informações que levem à prisão do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. O governo norte-americano também estipulou valores para a prisão de outros 14 integrantes do alto escalão chavista.

O Departamento de Justiça dos EUA acusou Maduro de narcoterrorismo, lavagem de dinheiro e corrupção. Entre outros acusados estão o presidente do Tribunal Supremo de Justiça, Maikel Moreno, e o ministro da Defesa, Vladimir Padrino López.

Continua Lendo Após a Publicidade

Segundo o secretário de Justiça, William Barr, o mandatário venezuelano e seu círculo conspiraram com rebeldes colombianos para “inundar os Estados Unidos com cocaína”. Segundo a ação, Maduro liderou e ajudou a administrar uma organização de narcotráfico chamada Cartel de Los Sols.

“Estimamos que entre 200 e 250 toneladas de cocaína saiam da Venezuela por estas rotas. Essas 250 toneladas equivalem a 30 milhões de doses letais”, acrescentou Barr.