Favorito para assumir direção de futebol do Atlético-MG, Alexandre Mattos desiste de clube inglês

5

Dirigente emitiu comunicado nesta manhã: “Sem causar nenhum prejuízo ao investidor e ao Reading, preciso deixar o clube e seu proprietário inteiramente livres”

Por Felipe Zito — de Belo Horizonte

Alexandre Mattos não acertou a ida para o Reading, da Inglaterra, e está com o caminho livre para ser anunciado pelo Atlético-MG. O dirigente já teve uma reunião com o Sérgio Sette Câmara na semana passada, em Belo Horizonte, para adiantar assuntos da negociação. É o preferido do presidente para assumir a direção de futebol do Galo – que está vago desde a demissão de Rui Costa, no início deste mês, após eliminação do Atlético da Copa do Brasil.

GloboEsporte.com apurou que Alexandre Mattos espera o presidente do Atlético voltar à Belo Horizonte para uma conversa entre as partes.

Continua Depois da Publicidade

O acerto com o Reading não foi concretizado devido à dificuldade para Mattos obter visto de trabalho e da saída da Inglaterra da União Europeia, além da epidemia mundial do Coronavírus, que acabou o impedindo de viajar para assumir o posto no clube inglês.

Mattos está desempregado desde dezembro do ano passado, quando foi demitido pelo Palmeiras. No início desta temporada, com um conselho gestor à frente do Cruzeiro, ele assumiu a diretoria de futebol de forma voluntária, sem receber salários. O intuito era ajudar o clube no processo de reconstrução enquanto não assumiria o trabalho no Reading, da Inglaterra. Quatro dias depois de aceitar trabalhar no Cruzeiro, no entanto, acabou pedindo para deixar o cargo.

No último sábado, depois da vitória do Galo por 2 a 1, em cima do rival, no clássico, o presidente alvinegro deu entrevista e disse que o dirigente e ele são amigos de longa data e que era “natural se aconselhar com um amigo do quilate de Alexandre Mattos”