Horário reduzido não impede trabalho de fiscalização da Dengue em Três Lagoas

3

Os trabalhos de fiscalização e controle do Aedes Aegypti (Dengue, Chikungunya e Zika) continuam em Três Lagoas e aproximadamente 123 Agentes estão em campo para conscientizar a população dos perigos de não limpar o quintal.

Segundo o coordenador do Setor de Endemias e controle de Vetores, Alcides Divino Ferreira, os agentes estão seguindo as orientações do Comitê de Enfrentamento a COVID-19.

“O trabalho continua já que há casos de Dengue em praticamente todos os pontos da Cidade, porém estamos seguindo as recomendações das autoridades e realizando o trabalho das 08h às 12h solicitando aos nossos agentes para fiscalizarem somente os quintais e respeitar a distância mínima para conversar com os moradores”, disse.

VISITAS

Entre os trabalhos que estão sendo realizados na Cidades estão as visitas domiciliares e em pontos estratégicos, inclusive o fumacê, mas Alcides orienta a população a ajudar limpando seus quintais.

“É importante a população nos ajudar neste momento limpando seus quintais e cuidando para não deixar água parada ou qualquer foco do mosquito. Os números de casos continuam altos e precisam ficar atentos”, finalizou.

EM CAMPO

Em campo, realizando visitas domiciliares encontram-se dois supervisores gerais; 10 supervisores de área e 78 visitadores. Nas visitas a pontos estratégicos, tais como: borracharias, ferro velhos, oficinas e floriculturas, estão 02 visitadores e 03 focados nos atendimentos a visitas as imobiliárias (casas de aluguel e venda).

Realizando os bloqueios de casos suspeitos com bomba costal motorizada estão um supervisor geral, um supervisor e sete agentes. Dezesseis agentes contratados encontram-se em mutirão para retirada de criadores e três agentes borrifadores trabalham o controle da Leishmaniose Visceral, além de 2 carros realizando o fumacê em toda a Cidade.

SERVIÇO

Denúncias podem ser feitas no 67 3929-1036 das 8h às 16h.