Mandetta tem razão: A mídia está causando a doença do pânico na população brasileira

23

conteúdo do Diário do Brasil  – Patrícia Moraes Carvalho

É impressionante como o pânico mexe com a cabeça das pessoas

Antes do início da pandemia do vírus chinês, pessoas mentalmente saudáveis que eu convivia no dia a dia não apresentavam quaisquer sintomas de descontrole, desequilíbrio, desespero, enfim, a vida transcorria normalmente.

Bastou surgir um vírus …. ops … bastou a China criar um vírus para que começasse a aflorar nessas pessoas (do meu círculo mais íntimo) um sentimento de ansiedade e medo da morte nunca antes presenciado por mim … a racionalidade foi por água abaixo.

Se eu tenho medo de morrer? Óbvio, conflitos e medos são inerentes ao ser humano … mas inteligência, consciência e capacidade para analisar os fatos são qualidades que nos diferem de outros animais.

Continuar Lendo Após a Publicidade

medo pode se transformar em uma doença (a fobia) e causar sofrimento psicológico … por outro lado, o medo também nos faz crescer, mudar, e superar velhos paradigmas.

Eu Patrícia, não estou querendo me colocar acima de ninguém … mas vejam só minha experiência pessoal.

Tenho 37 anos … trabalho desde os 13 … venho de uma linhagem de pessoas cardíacas … tomo medicamentos para hipertensão, para controle de glicose e um último para síndrome do pânico, doença que desenvolvi nos últimos 7 anos.

As minhas crises de pânico foram causadas por excesso de trabalho, preocupações excessivas com o desconhecido (futuro), fatores genéticos, etc …

Só quem já passou (ou passa) por isso sabe o quão grave são esses transtornos … mas eu não morri por causa disso (ao menos até hoje …rsrs) e a vida segue até que Deus decida colocar um ponto final.

Continuar Lendo Após a Publicidade

O que tenho percebido é que milhões e milhões de pessoas estão desenvolvendo crises de ansiedade causadas não por fatores pessoais e sim por uma manipulação midiática nunca antes presenciada na história.

Deixo aqui meu conselho pra vocês: Não queiram desenvolver a doença do pânico … ela é terrível … quando você ler (ou assistir) em algum lugar que o mundo vai acabar ou que o vírus chinês vai matar milhões de pessoas, tente imaginar que você está numa ficção … não deixe que essas informações penetrem no seu subconsciente … o que tiver que ser, será!

Por fim, sigam as orientações que nosso competentíssimo ministro da saúde:

“Desliguem um pouco a televisão. Às vezes ela é tóxica demais. Há excesso de informações e, às vezes, os meios de comunicação são sórdidos porque ele só vendem se a matéria for ruim. Publicam o óbito, nunca irão publicar que as pessoas estão sorrindo na rua. Senão, ninguém compra o jornal.”