Prefeito Angelo Guerreiro autoriza a compra de 40 respiradores e monitores clínicos, amplia o números de leitos e anuncia ampliação da UPA

193

Durante a coletiva de imprensa realizada nesta sexta-feira (20), o presidente do Comitê de Enfrentamento ao CODIV-19, Cassiano Rojas Maia, ao lado do prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, do seu vice Paulo Salomão e da secretaria de Saúde, Angelina Zuque, anunciou as medidas que seriam feitas após todo o engajamento realizado durante a semana.

Segundo Cassiano, algumas decisões foram tomadas mediante as ações realizadas, como a locação de cinco contêineres que serão usados como consultórios médicos a serem colocados no UPA para ampliar o atendimento emergencial na localidade; início da obra de ampliação da UPA desde que os trabalhos não comprometam os atendimentos clínicos e a compra de 40 respiradores artificiais e 40 monitores clínicos para aumentar de 20 leitos atuais (10 leitos no Hospital Auxiliadora e 10 leitos no Hospital CASSEMS) para 60 leitos ao total, cujo investimento será de aproximadamente R$ 3 milhões.

“É pensando na população que estamos enfrentando cada segundo, buscando trabalhar com seriedade e compromisso. Vamos continuar trabalhando e buscando as melhores soluções para enfrentarmos essa pandemia, mas precisamos colaboração de todos os três-goenses para também fazerem a sua parte e nos ajudar nessa luta, pois nenhuma Cidade, estado, país está preparada para o que pode surgir se não fizermos o básico agora, ou seja, prevenir”, disse Guerreiro.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO

O Comitê de Enfrentamento ao CODIV-19 deu férias compulsórias a algumas secretárias e, em outras, manteve o funcionamento por meio período para aumentar a prevenção e dar continuidade à luta de enfrentamento ao vírus.

Os servidores das secretarias de Assistência Social; Educação e Cultura; Governo e Políticas Públicas; Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia; Meio Ambiente e Agronegócio e Esporte, Juventude e Lazer terão férias compulsórias pelos próximos 15 dias a contar de segunda-feira (23).

Já os servidores das secretarias de Administração, Finanças, Saúde, Obras e Gabinete terão a carga horária reduzida pela metade (40h para 20h) no período das 07h às 11h.

“Essa medida teve como objetivo aumentar o isolamento que é o melhor medicamento dessa prevenção contra o Coronavírus”, disse o presidente na oportunidade.