VOCÊ SABIA? – Por que minha Rua não tem asfalto?

12

A dúvida de muitos três-lagoenses quanto à infraestrutura da Cidade é o motivo de algumas ruas não serem asfaltadas, enquanto outra já receberam o benefício. Bairros que são castigados durante o período de chuvas e ainda possuem ruas de terra são os mais questionados.

O motivo de diversas ruas NÃO PODEREM receber asfalto em Três Lagoas é que caso a obra fosse feita não melhoraria os problemas dos alagamentos durante períodos de chuva, e sim, pioraria.

“Já asfaltamos as ruas que poderíamos asfaltar sem causar mais transtorno ainda. Agora, para o asfalto chegar em outras partes da Cidade, precisamos primeiro realizar as obras de drenagem de águas pluviais”, afirmou Adriano Barreto, secretário de Infraestrutura.

Agora, com os financiamentos bancários – entenda melhor AQUI – que já estão em estágio avançado, a quantidade de asfalto aumentará, haja vista que bairros que há anos sofrem com alagamentos poderão receber obras de drenagem profunda e, com isso, posterior serviço de pavimentação asfáltica.

AVANÇOS

No entanto, em pouco tempo, pouco mais de 3 anos, a considerar que a Cidade das Águas fará 105 em junho deste ano, a atual gestão avançou muito e com recursos próprios. Das ruas que ainda não contam com asfalto, 14,4 km receberam pavimentação, algo que representa quase 145 quarteirões.

Mais ruas já estão recebendo ou receberão obras, são elas: Protázio Garcia Leal, entre a Custódio Andrews e Avenida Clodoaldo Garcia; Rua Sérgio Ribeiro da Silva, entre a Protázio Garcia Leal e Maria Guilhermina Esteves; Rua Doutor Manoel de Oliveira Gomes, entre a Rua Tiradentes e João Arinos; e a Tiburcia Queiroz Monteiro, entre a Maria Guilhermina Esteves e a Protázio Garcia Leal.

Além disso, os bairros Jardim Morumbi e Jardim Novo Aeroporto terão 100% das vias asfaltadas ainda esse ano, e a Prefeitura continua realizando outros serviços com recursos próprios, como pavimentações de vias menores, recapeamentos e tapa buracos, que são feitos em locais que ainda não estão em estado crítico, até que possam passar por obras definitivas.