Indígena no Amazonas está com o novo coronavírus

2

A jovem, de 20 anos, vive em aldeia com mais de mil índios. O estado da Região Norte chega a 178 infectados.

Por O Dia , O Dia

Amazonas – O estado do Amazonas chegou a 178 casos confirmados do novo coronavírus. Desta vez, uma indígena de 20 anos, da etnia Kokama, testou positivo para a covid-19. A situação da jovem, que está entre os quatro contaminados no município de Santo Antônio do Içá, no Alto Rio Solimões, foi onfirmada pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas.

Agente de saúde indígena no interior do estado, a mulher entrou em contato com um homem possivelmente infectado e, desde a última semana, já se encontra em isolamento social. Seguindo a mesma linha, as aldeias Lago Grande e São José, onde vive a moça junto com mais de mil índios, também entraram em distanciamento para não alastrar a pandemia.
Continuar Lendo Após a Publicidade

De acordo com o Distrito Sanitário Especial Indígena (Dsei), ela foi a primeira índia a testar positivo para o novo coronavírus. A jovem e todos os seus sete familiares já tiveram material colhido para exames e ainda não apresentaram sintomas da covid-19.”Ela trabalha há dois anos conosco. Esteve em contato com o primeiro contaminado. Temos o alívio de saber que há mais de uma semana ela está em isolamento. Tomamos esse cuidado com muita rapidez para assegurar a saúde desses povos. Hoje, temos mais de 900 profissionais morando dentro das aldeias. Todos dedicados a seguir e instruir para as medidas de prevenção”, destacou Weydsson Gossel, diretor do Dsei do Alto Solimões.