Uso de plasma sanguíneo pode ser a ‘cura’ da covid-19

9

Procedimento consiste na transfusão do plasma de um paciente curado para um cidadão infectado

Redação Folha Vitória

O Ministério da Saúde tem apoiado instituições e monitorado diariamente várias pesquisas com o objetivo de identificar um tratamento efetivo para a covid-19. Entre elas, uma que utilizará o plasma sanguíneo convalescente de pacientes recuperados da doença. O procedimento consiste na transfusão do plasma (a parte líquida do sangue) de um paciente curado para um cidadão infectado. Nessa terapia, espera-se que os anticorpos presentes no plasma forneçam imunidade às pessoas com a doença.

Publicidade

Esses estudos buscam a diminuição dos sintomas da infecção e da carga viral no organismo, resultando em uma menor utilização de leitos de UTIs. Ainda não há tratamento comprovado que cure o paciente com a covid-19. Os cuidados ofertados atualmente são de suporte e tratamento de sintomas, como febre, tosse e dores no corpo.