ATeG do Senar/MS tem apicultores que produzem até 80% do mel comercializado em seus municípios

8

Presente em 23% das cidades de MS, ATeG teve aumento de 227% no número de colmeias em produção

Presente em 23% dos municípios de Mato Grosso do Sul, o programa de Assistência Técnica e Gerencial do Senar/MS abrange  apicultores que produzem até 80% do mel comercializado em cada localidade. Em comparação ao mesmo período do ano passado, o número de colmeias em produção cresceu 227% neste ano. Esses são os temas da matéria de Mercado Agropecuário desta semana.

Em 2019, conforme levantamento da Unidade Técnica do Sistema Famasul, 104 propriedades eram assistidas pelo programa ATeG do Senar/MS, presente em 14 municípios. Já neste ano, o programa avançou e já atinge 156 propriedades rurais em 18 municípios.

Em algumas cidades, a produção de mel de produtores assistidos pelo Senar/MS chega a 80% do montante registrado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Um exemplo é Nioaque. Em 2018, registrou produção de 7 mil quilos de mel. No ano seguinte, os produtores atendidos pelo Senar/MS produziram 6.249 quilos, correspondendo 89%. 

Três Lagoas teve uma produção de 30 mil quilos em 2018, conforme o IBGE, enquanto que, em 2019, os apicultores assistidos pelo Senar/MS produziram 22.545 quilos, correspondendo a 75%.

E o retorno financeiro também é positivo. Em 2019, 55 apicultores atendidos pelo Senar/MS comercializaram 23,4 mil quilos de mel e tiveram uma receita bruta de mais de R$ 330 mil.

Mercado Agropecuário – O Sistema Famasul divulga todas as semanas uma matéria sobre o andamento das principais cadeias produtivas de Mato Grosso do Sul. Acompanhe!

Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul – Leandro Abreu