Dirceu alerta: militares apoiarão autogolpe de Bolsonaro

28

“Não tenhamos ilusões”, diz o ex-ministro em artigo publicado no site Nocaute. “O militarismo está de volta e a politização das Forças Armadas será inevitável, se não reagirmos e não dermos um basta a toda e qualquer ação militar fora dos marcos da Constituição”

POR-247

247 – O ex-ministro José Dirceu faz um alerta importante em artigo publicado no site Nocaute, do jornalista Fernando Morais: os militares vão, sim, apoiar um autogolpe de Jair Bolsonaro.

“Não tenhamos ilusões”, diz ele. “O militarismo está de volta e a politização das Forças Armadas será inevitável, se não reagirmos e não dermos um basta a toda e qualquer ação militar fora dos marcos da Constituição”, avalia.

“Não se trata apenas de presença de 3 mil militares, inclusive da ativa, no governo federal, mas da tutela aberta militar sobre o país, da volta do militarismo, da politização das Forças Armadas”, explica. “Não será a primeira vez”, lembra o petista.