Idosa que teve reunião familiar em Brasilândia é a 2ª vítima fatal do coronavírus na cidade, a 16ª de MS

56

Na semana passada, o genro de Marilda, André, morreu em decorrência da Covid-19

Guilherme Cavalcante  – POR MIDIAMAX

Marilda Reis, de 70 anos, é a segunda vítima fatal do novo coronavírus em Brasilândia, a 16ª em Mato Grosso do Sul. Ela faleceu por volta das 20h30 do domingo (17). Ela estava internada na UTI do Hospital Auxiliadora, em Três Lagoas.

A idosa foi infectada durante reunião familiar no último dia 1º, que deixou mais de dez pessoas da mesma família infectada, entre elas, o marceneiro André Cardamone, de 57 anos, que morreu no último dia 13, também da Covid-19.

Brasilândia estava sem casos da Covid-19 até que, no último dia 1º, Marilda recebeu parentes para uma festa familiar, desrespeitando a quarentena. No dia seguinte, ela sentiu mau-estar e procurou assistência médica e, dias depois, o exame de Covid-19 acusou positivo para a doença. Na ocasião, 22 pessoas da mesma família ficaram em monitoramento e pelo menos 12 tiveram confirmação da doença.