Operação da PF contra fake news mira aliados de Bolsonaro

3

Allan dos Santos é uns dos alvos Ao todo, são cumpridos 29 mandados

PODER360

A Polícia Federal cumpre na manhã desta 4ª feira (27.mai.2020) mandados de busca e apreensão no inquérito do STF (Supremo Tribunal Federal) sobre fake news. Aliados do presidente Jair Bolsonaro são alvos. Entre eles, estão:

Ao todo, são cumpridos 29 mandados de busca e apreensão no Distrito Federal, no Rio de Janeiro, em São Paulo, no Mato Grosso, no Paraná e em Santa Catarina.

A operação é parte de investigações abertas pelo STF, que analisam ameaças e difamação contra os ministros da Corte e suas famílias. O inquérito foi aberto em março de 2019, pelo presidente do Tribunal, ministro Dias Toffoli.

Toffoli nomeou Alexandre de Moraes como instrutor do processo –não houve sorteio como é norma regimental no caso dos inquéritos comuns.

Na época que o inquérito foi aberto, a então procuradora-geral da República Raquel Dodge criticou a medida e pediu o arquivamento do processo. Ela argumentava que o STF não pode acumular as funções de acusador e julgador –esta seria uma função exclusiva do Ministério Público. Moraes negou o pedido.