Comitê de Enfrentamento à COVID-19 define novas regras para o Comércio e outros setores em Três Lagoas

139

O Comitê de Enfrentamento à COVID-19 se reuniu na tarde desta quinta-feira (4) para definir novas ações em relação ao comércio e outros setores de Três Lagoas. As decisões foram tomadas pelo Comitê, que é composto por representantes da sociedade civil e poderes públicos.

As decisões tomadas pelo Comitê nesta quinta-feira entrarão em vigor a partir da publicação do Decreto Municipal de entrará em vigor na próxima semana.

CURSOS PROFISSIONALIZANTES

Cursos profissionalizantes que apresentaram planos de ação foram analisados e os que tiveram a autorização da vigilância sanitária receberão um documento para o retorno das atividades práticas presenciais, enquanto as teóricas serão mantidas à distância.

Funcionarão apenas os cursos que forem autorizados pela Vigilância Sanitária por meio de um documento que conterá as normas para cada turma. Cada sala terá o máximo de alunos, seguindo as regras já definidas em decretos anteriores, como o uso de máscaras, e interdição de bebedouros, por exemplo.

SHOPPING TRÊS LAGOAS

O Shopping Três Lagoas apresentou um estudo solicitando o aumento da quantidade máxima de pessoas no local. O Comitê decidiu que a quantidade passará de 350 para 500 pessoas dentro do estabelecimento, dadas as condições do local, como metros quadrados e mesas já dispostas dentro das normas na Praça de alimentação.

Outra solicitação acatada foi sobre a idade mínima permitida, que antes era de 12 anos e passou a não ter o limite mínimo, podendo adentrar crianças a partir de 0 anos. Já a idade máxima continua sendo de 60 anos. Gestantes, pessoas com febre ou gripe e doentes crônicos continuam vetados.

BRINQUEDOTECAS E BERÇÁRIOS

Os berçários e brinquedotecas retomarão as atividades com critérios rígidos de funcionamento, como a quantidade máxima de 50% das crianças matriculadas, idade máxima de 4 anos e 11 meses, distanciamento e a não utilização de brinquedos compartilhados, dando preferência às atividades como contação de histórias.

MÚSICOS

Os músicos poderão retornar às atividades em bares e restaurantes, dando preferência ao formato de acústico, já que serão apenas três integrantes por apresentação, continuando vetadas as festas em qualquer local.

A responsabilidade por aglomerações e descumprimentos das normas será de responsabilidade do dono do comércio que contratar o serviço dos músicos. É necessário manter o distanciamento das mesas e a utilização de máscaras caso o cliente não esteja sentado.

BOLICHE

O Boliche poderá retornar às atividades, respeitando o distanciamento das pistas, funcionando apenas duas, uma oposta à outra. A higienização precisará acontecer nos locais e nos equipamentos a cada troca de participantes e a quantidade máxima de jogadores por pista é de 4 pessoas. Alimentos e bebidas também estão vetados nos locais do jogo.

RETAURANTES E BARES

A partir do dia 10 de junho os bares, lanchonetes e restaurantes poderão funcionar com 60% da capacidade máxima dos locais, respeitando os distanciamentos entre as mesas e a quantidade máxima de 6 pessoas por mesa.

LOTÉRICAS

As lotéricas passarão a funcionar das 8h às 18h, seguindo o comércio. A decisão altera o decreto que obrigava o fechamento das 11h às 13h, que entrou em vigor quando as lojas ainda estavam fechadas.