Novo saque do FGTS será pago esse mês em esquema parecido com auxílio emergencial

119

Uma Medida Provisória publicada em abril pelo governo liberou uma nova rodada de saques extraordinária do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

O calendário detalhado ainda deve ser liberado, mas já se sabe que os pagamentos devem acontecer entre 15 de junho e 31 de dezembro e que possivelmente será ordenado pelo mês de nascimento do trabalhador. 

Agora, foi divulgado que o saque em espécie do benefício terá que esperar um pouco após o recebimento do valor em conta. Entenda. 

Novo saque do FGTS: sistema de pagamento

Shutterstock© Shutterstock Shutterstock

De acordo com o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Duarte Guimarães, a instituição efetuará o depósito do valor de saque, mas os contribuintes terão que esperar alguns dias para realizar o saque, assim como acontece com o auxílio emergencial. O crédito deve acontecer em conta poupança previamente aberta.

O motivo é evitar filas e aglomerações em meio à pandemia do novo coronavírus e o trabalhador poderá solicitar que o crédito seja desfeito.

 Dessa vez, os saques serão limitados a R$ 1.045,00, independente do número de contas que o indivíduo possua, e serão liberados primeiros os valores de contas inativas, caso o trabalhador tenha uma ou mais contas inativas e outra ativa.