Comitê se reúne para análise da quantidade de casos e discutir solicitações

17

FOTO/DIVULGAÇÃO

Considerando o aumento nos números de casos de contaminados pelo Coronavírus e os óbitos contabilizados nos últimos dias em Três Lagoas pela doença, o Comitê de Prevenção e Enfrentamento à COVID-19 se reuniu nesta quinta-feira (30) para definir o posicionamento para os próximos dias em Três Lagoas.

As regras dos últimos decretos foram mantidas, não havendo alteração nos pedidos realizados à organização. “É importante que tenhamos cautela nas medidas tomadas, para que Três Lagoas continue em segurança e não tenhamos a lotação de leitos, como já vem acontecendo em outras cidades do nosso Estado”, afirmou secretária de Saúde, Angelina Zuque. Ao fim de abril, Três Lagoas estava na terceira colocação em incidência de casos em todo o Mato Grosso do Sul. Hoje, segundo o boletim estadual, está em 32º lugar.

“Esse é um grupo muito coeso e centrado, que foca em manter a atividade econômica do Município, com segurança em saúde. Graças ao nosso trabalho desde os primeiros casos no Brasil, hoje ainda somos uma Cidade que não está ocupando os primeiros lugares em casos. Precisamos manter esse mesmo foco sempre”, continuou a Angelina.

No próximo decreto, que será publicado na segunda-feira (3), passando a valer a partir de sexta-feira (7), haverá uma alteração quanto ao atendimento dos restaurantes self service. Todas as regras seguirão as normas da nota técnica da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

As decisões sempre são tomadas pelos representantes do Comitê, que fazem parte da sociedade civil organizada sendo: Secretaria Municipal de Saúde, Secretaria Municipal de Educação e Cultura, Secretaria Municipal de Assistência Social, da diretoria de comunicação da Prefeitura, da Câmara Municipal, Ministério Público Estadual; Procuradoria do Ministério Público do Trabalho; Conselho Municipal de Saúde; da 2ª Subseção da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS); da Defensoria Pública; do Hospital Auxiliadora; do Hospital CASSEMS; do Sindicato do Comércio Varejista de Três Lagoas – SINDIVAREJO; da Associação Comercial e Industrial de Três Lagoas – ACITL e do Sindicato dos Empregados no Comércio de Três Lagoas; além destes, que fazem parte pelo Decreto Muncipal, o Comitê também é formado por outros representantes de interesse social, como o Conselho de Pastores e o Sindicato Rural, por exemplo.