‘Falar preço desprestigia brinde’, diz deputado sobre anel dado a colegas

9

Face superior do anel da Frente Parlamentar em Defesa dos CACs, que Capitão Augusto tenta criar

Capitão Augusto fez adereço de prata – Antes, houve versão banhada a ouro – Afirma ser comemorativo de frente – Ele concorre à presidência da Câmara

CAIO SPECHOTO-PODER 360

O deputado Capitão Augusto (PL-SP) distribuirá a colegas na Câmara anéis comemorativos da frente parlamentar que está organizando. O grupo é em defesa dos chamados CACs (colecionadores de armas, atiradores desportivos e caçadores).

“Esse anel vai ser para comemorar o lançamento oficial quando a gente tiver as assinaturas necessárias”, disse o deputado armamentista. Ele também coordena outra frente, a da Segurança Pública, mais conhecida como “Bancada da Bala”.

Ele enviou imagens do adereço para alguns deputados, e perguntou o tamanho dos dedos dos interessados. “Eu mandei o e-mail aos parlamentares que vão participar da frente. Vinte e cinco, mais ou menos, mandaram a numeração”, diz o político paulista.

O deputado conta que o anel é de prata. O Poder360 perguntou o preço. “Se falar, desprestigia o brinde para os deputados”, respondeu Capitão Augusto. Segundo ele, o presente é barato. Veja imagens do anel:

“Pago do meu bolso mesmo, uso parte de meu salário para essas coisas”, diz o deputado. Ele está em campanha para a presidência da Câmara, cuja eleição será em fevereiro do próximo ano.

Essa não é a primeira vez que anéis permeiam o mandato de Capitão Augusto. Ele conta que fez 1 adereço para seu mandato passado. Eis o adorno:

“Eu fiz para mim, 1 só. Alguns deputados pediram e eu fiz para outros deputados”, disse Capitão Augusto. Ele conta que 8 deputados foram presenteados. Nesse caso, era banhado a ouro.

“Aí que eu tive a ideia de fazer o dos CACs”, afirma Capitão Augusto.