Polícia investiga se Naja que picou estudante chegou ao DF dentro de mala=VEJA O VÍDEO

43

A autoria do tráfico do animal exótico também é objeto de apuração das autoridades. Universitário está internado em UTI em estado grave

METRÓPOLES

utoridades policiais investigam se a cobra Naja kaouthia, considerada uma das serpentes mais venenosas do mundo, foi traficada até o Distrito Federal dentro de uma mala. A autoria do delito também é objeto de apuração da polícia. Pedro Henrique Santos Krambeck Lehmku, de 22 anos, foi picado pelo animal na terça-feira (7/7). Segundo o Ibama, o rapaz não tinha permissão para criar o réptil em ambiente domiciliar.

Policiais civis e agentes do Ibama realizaram, nessa quarta-feira (8/7), buscas em endereços ligados ao universitário na tentativa de localizar e apreender a serpente. Em um prédio no Guará, gaiolas onde ficam camundongos usados na alimentação da serpente foram encontradas. A movimentação assustou a vizinhança, que ficou aflita com a possibilidade de a serpente ter desaparecido do apartamento vistoriado.

O animal exótico, no entanto, foi encontrado no fim da tarde, dentro de uma caixa de plástico, próximo a um barranco, nas redondezas do shopping Pier 21, no Setor de Clubes Sul.

Veja imagens da Naja após a apreensão pelo Batalhão de Polícia Ambiental do DF: