Prefeitura adota regime de revezamento, teletrabalho e sobreaviso para evitar COVID-19 entre servidores

62

FOTO/REPRODUÇÃO

A partir desta segunda-feira (27), as secretarias, diretorias e departamentos da Prefeitura de Três Lagoas passam a adotar o regime de trabalho por revezamento, sobreaviso e teletrabalho.

Preocupado com a saúde e segurança dos funcionários públicos do Município, o prefeito Angelo Guerreiro assinou o Decreto nº 163, que determina e regulamenta as novas regras a serem adotadas nos órgãos públicos municipais. O objetivo é prevenir a proliferação do Coronavírus entre os servidores municipais, principalmente, aos que lidam diretamente com o público.

Conforme a publicação, os departamentos poderão trabalhar por sistema de escala das equipes. O decreto autoriza o revezamento de até 15 dias de trabalho presencial, devendo os demais permanecerem em regime de teletrabalho em casa.

Os servidores que ficarem em casa também estarão de sobreaviso, caso haja urgência ou necessidade de voltar ao seu local de trabalho. Outro ponto destacado pelo decreto é o remanejamento de servidores entre as secretarias. Neste regime, a Administração Municipal pretende reduzir o número de servidores em alguns departamentos e também suprir a demanda em outros.

O decreto reforça que as pessoas consideradas do grupo de risco devem permanecer em regime de teletrabalho, assim como os que tiveram contato direto com casos positivos de COVID-19 ou que apresentem sintomas gripais.

O revezamento, sobreaviso, teletrabalho e o remanejamento dos servidores ficarão sob a responsabilidade do secretário de cada pasta.

Vale lembrar que Três Lagoas contabilizou, até neste domingo (26), 599 casos positivos para COVID-19, desde o início da pandemia.

Confira o Decreto na íntegra, AQUI.