Repórter que apresentou JN é demitida após denunciar assédio, diz colunista

54

Jornalista Ellen Ferreira – Reprodução TV

Jornalista trabalhava na afiliada da Globo em Roraima

Por O Dia

Rio – A jornalista Ellen Ferreira, que apresentou o Jornal Nacional durante um rodízio de apresentadores para comemorar os 50 anos da atração, foi demitida da afiliada da Globo em Roraima após denunciar um diretor por assédio sexual. As informações foram divulgadas nesta quinta-feira (23) por Leo Dias, do Metrópoles.

Em entrevista, a repórter afirmou que a direção disse que o desligamento dela foi motivado porque a empresa está passando por uma reestruturação. Entretanto, segundo ela, o real motivo da demissão foi a denúncia contra o diretor Edison Castro.

“Ele é um psicopata que já havia passado pelas redações de Goiás, Maranhão e Tocantins. Homofóbico, racista, gordofóbico. Praticava assédio moral e sexual, deixou toda a equipe doente. Uma moça da TV Anhanguera [Goiás] chegou a tentar se matar por causa dele”, declarou Ellen.

Ainda de acordo com a jornalista, ela também era atacada por Edison constantemente. ““Ele dizia que eu era repugnante, gorda, que me vestia mal. Me ameaçava de demissão. A fama dele era de o João de Deus da redação. Havia gente que desejava bater nele”, revela. Procurada, a Globo ainda não se manifestou sobre o caso.